14 - dez

[resumo semanal] Super valorização de IPOs, Apple x Whatsapp e Amazon de olho no Brasil

Faltando pouco mais de duas semanas para acabar o ano sinto que criamos uma comunidade muito bacana por aqui. Durante 2020 acompanhamos grandes histórias, falamos de muitos bilhões e dos desafios e alegrias que este ano impôs ao nosso ecossistema. Nessa newsletter não poderia ser diferente, você vai ver como a última semana foi recheada de captações e M&As, assim como as decisões das bigtechs impactam diretamente na gente, seus consumidores.

SHARE
mercado de crédito no brasil

Mercado de crédito no Brasil

Com R$ 3,7 trilhões em operações de crédito em 2020, este setor brasileiro equivale a 51,9% do PIB do país. Confira o report sobre o crédito e tenha análises exclusivas sobre o tema que ganhou manchetes, movimentou milhões e se faz cada vez mais presente na vida da população. Diante de tamanha dimensão e crescimento, em parceria com a Fisher VB e o Grupo NZN, produzimos um report exclusivo sobre o Mercado de Crédito no Brasil, confira as principais análises do segmento.

IPO supervalorizados

Super estreias

O Airbnb, plataforma de hospedagens mundial, estreou essa semana na bolsa de valores de Nova York. A companhia começou o dia com preço inicial da ação a US$ 68 e encerrou o pregão cotada a US$144,71. Uma valorização de 112%, fazendo que o com seu valor de mercado chegasse a US$99.995 bilhões. Com a captação de US$3,5 bilhões em sua abertura de capital, este foi o maior IPO do ano nos Estados Unidos, superando inclusive o da DoorDash.

Falando em Doordash, o serviço de delivery também fez a sua estreia na última semana levantando cerca de US$ 3,4 bilhões. A startup teve sua ação precificada a US$ 102, bem acima da faixa indicativa inicial de US$ 90 a US$ 95. Com isso, a empresa de entrega de refeições foi avaliada em US$ 39 bilhões, mais que o dobro dos US$ 16 bilhões de valuation da última captação privada realizada em Junho desse ano. Quem se deu bem com esse IPO foi o SoftBank, as ações da gigante asiática subiram 11%. A empresa investiu US$ 680 milhões na DoorDash nos últimos três anos e viu o valor de sua participação de 25% na companhia subir para US$11,9 bilhões no primeiro dia de negociações dos papéis em Nova York.

Why it matters:

Para o Airbnb este resultado é um alivio depois de um ano tão turbulento. Vale dizer que no início do ano para se manter de pé a companhia teve que levantar aportes muito abaixo do seu valor de mercado, além de pedir empréstimos multimilionários. Mas também é importante ressaltar que as especulações quanto a uma bolha no setor estão ficando cada vez mais altas. A euforia dos investidores com ações de tecnologia pode se caracterizar como uma manifestação da mentalidade de risco que vem crescendo a medida que a possibilidade de uma vacina e o retorno à normalidade parecem distantes.

Go depeer:

Estadão | Snaq | Yahoo Finanças | Axios

Facebook recebe processos do governo americano

Tá chato para o Mark

Essa semana, em duas ações paralelas a FTC (Federal Trade Comission) e 48 procuradores gerias de 46 estados americanos mais o Território de Guam e o Distrito de Colúmbia entraram com dois processos contra o Facebook por práticas anticompetitivas.

Segundo o órgão federal e os estados, o Facebook tem mantido sua posição de monopólio através da compra “ilegal” e “predatória” de empresas que possam apresentar ameaças competitivas, como por exemplo a aquisição do Instagram, por US$ 1 bilhão em 2012, e do Whatsapp, por US$ 19 bilhões em 2014. A análise completa você vê na nossa matéria especial.

Amazon investe na logistica brasileira

Jeff investindo por aqui

A Amazon lançou no Brasil o programa Fulfillment by Amazon que tem como objetivo diminuir o tempo de entrega de produtos de parceiros. Além de criar uma nova fonte de receita no país, agora os lojistas podem enviar seu inventário para o centro de distribuição da Amazon que irá gerir e operacionalizar toda a logística, desde o empacotamento até a entrega. O serviço já começou a funcionar, entretanto inicialmente apenas no Estado de São Paulo. Como se não bastasse, a bigtech também lançou o FBA Onsite, programa do qual o lojista mantém o estoque em seu próprio armazém, mas a Amazon cuida da entrega e do pós venda.

E não para por aí, buscando diminuir a dependência das transportadoras, a gigante se prepara para lançar a Amazon Logistics, uma rede de pequenas empresas de entrega independente que atue em seu nome. Até o momento, a companhia de Jeff Bezos convocou provedores de serviços das principais capitais do país.

Why it matters:

Esses anúncios reforçam o crescimento do ecommerce no Brasil, que começa a implementar aqui programas já consolidados nos principais mercados em que opera, como Estados Unidos, Japão, Índia e Austrália. Vale lembrar que no mês passado a Amazon já havia anunciado a abertura de três novos centros de distribuição no Brasil.

Go deeper: Brazil Journal | TecMundo

Apple vs Whatsapp polticia de privacidade

Batalha de Gigantes

A Apple anunciou detalhes da nova prática de privacidade da Apple Store. Agora, antes de baixar qualquer app os usuários poderão entender quais tipos de dados serão coletados e se os mesmos estarão vinculados a bigtech ou se serão usados para rastreamento. Após o anúncio o Whatsapp protestou contra a exigência, a empresa do Facebook diz que a disposição é anticompetitiva porque o serviço de mensagens da Apple já vem instalado no celular, sendo assim não precisa passar pela loja de aplicativos, nem mostrar os rótulos de privacidade.

O porta voz do WhatsApp declarou à Axios: "Embora fornecer às pessoas informações fáceis de ler seja um bom começo, acreditamos que é importante que as mesmas possam comparar esses rótulos de 'nutrição privada' de aplicativos que baixam com os aplicativos que vêm pré-instalados, como o iMessage." Segundo a Apple como tantos aplicativos obtêm tipos diferentes de dados do usuário, o objetivo é simplificar a aparência dos rótulos usando termos de base ampla como "informações financeiras" e "conteúdo do usuário" para descrever a coleta de informações de forma ampla.

Go deeper: Apple | Axios

Captações, M&As e parcerias

Conta Simples, fintech voltada para PJs, capta US$ 2,5 milhões. Go deeper

Ame, fintech da Lojas Americanas e da B2W, compra plataforma de open banking BitCapital. Go depeer

BTG e Softbank investem no Fundo de venture capital de André Maciel. Go deeper

Tech é foco do novo fundo da Advent para América Latina. Go deeper

Temasek, fundo soberano de Singapura, investe US$ 20M na Conductor. Go depeer

Gympass faz parceria com a Hash para oferecer maquininha para academias. Go deeper