22 - nov

Milhões em captações, novo unicórnio e ajuda de Musk

Novos projetos dão trabalho, mas não tem combustível melhor para o dia a dia. Do nosso lado, vem coisa muito bacana em 2022, algum palpite? Boa leitura e boa semana!

SHARE
CloudWalk anunciou um aporte de US$150 milhões

🦄Nova semana, novo unicórnio

A CloudWalk anunciou um aporte de US$150 milhões em sua rodada Série C liderada pelo fundo Coatue. Com esse dinheiro, a fintech passou a ser avaliada em US$2,15 bilhões, entrando para o seleto grupo de unicórnios brasileiros.

A rodada aconteceu seis meses depois da startup levantar US$190 milhões e de lá pra cá, a CloudWalk passou de 70 mil lojistas usando suas maquininhas para 150 mil. O novo investimento será usado em marketing e atração de novos clientes, assim como, no desenvolvimento de novos produtos e soluções de pagamento.

O foco também está na maior utilização de blockchain. No início do mês a fintech lançou um tipo de criptomoeda lastreada em moedas reais cujo valor não oscila em conjunto com um programa de cashback para os lojistas. A aposta dessa tecnologia vem embasada na Square, fintech americana que já vem lançando produtos à base de blockchain.

Go deeper: Brazil Journal | Canal Tech

novidades bigtechs

❗As bigtechs chamaram atenção

🔸 O Facebook lançará uma nova ferramenta de gerenciamento de publicações no feed dos usuários. Com o recurso, cada pessoa poderá escolher a frequência que acompanha as postagens dos amigos, grupos e páginas de rede social. Além disso, haverá uma nova atualização que deve facilitar a maneira que os usuários encontrem os botões de favorito, reconectar, suspender e parar de seguir alguém.

🔸 Uber lança serviço de assinatura, o Uber One. O programa será apartado do Uber Rewards e custará US$9,99 por mês ou US$99,99 por ano. Os usuários que optarem pelo serviço terão desconto em viagens e compras no Uber Eats e um crédito de US$ 5 para cada vez que o pedido chegar atrasado. O objetivo é fidelizar ainda mais os clientes da empresa.

🔸Apple lança novo programa para permitir que os consumidores façam reparos comuns em alguns modelos de iPhone. Com o passar do tempo, o objetivo é expandir para outros modelos, assim como para os computadores Mac e chips M1.

alpha capital se funde com semnatix

📊Big data e Analytics

O Alpha Capital, SPAC que levantou US$230 milhões no início do ano, anunciou a fusão com a Semantix, plataforma que ajuda grandes empresas a estruturar e processar dados. Com isso, a companhia brasileira abrirá capital nos Estados Unidos. A transação avaliou a Semantix em cerca de US$ 1 bilhão em equity value e vai injetar mais US$320 milhões no caixa da empresa.

Com a fusão, a companhia espera faturar US$73 milhões no próximo ano, com 84% de receita recorrente e uma margem EBITDA de 13%. A transação é a primeira fusão de um SPAC latinoamericano focado em tecnologia e a Semantix será listada na Nasdaq após a conclusão do negócio, o que é esperado para o segundo trimestre de 2022.

Go deeper: Brazil Journal | Forbes

omie adquire linker

🤑Transação milionária

Após receber um aporte de R$600 milhões, a Omie anunciou a aquisição do banco digital Linker. O investimento ficou na casa dos R$120 milhões e marca como a maior compra da companhia até agora.

Fundado há dois anos, o banco digital atende cerca de 30 mil PMEs. De julho de 2020 a julho de 2021, o volume transacionado aumentou 15x. Só em 2021, o volume movimentado no cartão de crédito quadruplicou em relação ao ano passado. A função de pagamentos de contas também cresceu desde janeiro, cerca de 70%.

O unicórnio pretende criar novas ofertas de serviços financeiros integrados ao seu software de gestão para PMEs que hoje tem mais de 80 mil clientes.

Go deeper: Globo | Neofeed

elon musk ajudará starlink

🚀Elon Musk, ajuda aqui, por favor?

O ministro de Comunicações, Fábio Faria, encontrou Elon Musk para tratar a possibilidade de tê-lo como parceiro do programa Wi-Fi Brasil. A ideia é utilizar o sistema de satélite da Starlink para levar internet a lugares de difícil acesso no Brasil.

A prioridade do programa é levar conexão a comunidades indígenas, unidades de saúde e escolas rurais, locais em que há pouco ou nenhuma conectividade.

Em uma postagem no Twitter, Fábio também falou sobre a parceria para englobar a proteção da Amazônia a partir do olhar dos mais de 4,5 mil satélites da companhia.

Go deeper: Boomberg

captações

💸Captações

🔸 Mercado Livre levanta US$ 1,6 bilhões com oferta de ações. A empresa vendeu um milhão de ações a US$1.550 cada. Segundo o prospecto, os recursos captados serão usados em "propósitos corporativos gerais".

🔸 E não para por aí, o Mercado Livre inaugurou seu primeiro centro de distribuição de itens de linha branca (geladeiras, fogões, fornos e etc). A iniciativa visa diminuir o prazo de entrega para 1 dia na região da capital paulista, além de bater de frente com o Magazine Luiza e a Via nesse nicho.

🔸 MedBeauty, startup de produtos de beleza e estética, capta R$100 milhões. Desde sua criação em 2010, essa é a primeira captação da companhia. Atualmente o volume de receita anual é de R$300 milhões para uma base de 10 mil clientes ativos no mercado brasileiro.

🔸 Allugator, startup de aluguel de smartphones, capta R$ 25 milhões. Com o seu modelo de investimentos, a companhia pagou seus mais de 4 mil investidores cerca de R$6 milhões. A aposta para os próximos meses é focar em tecnologia para continuar escalando.

🔸 Canal Dstak, marketplace B2B de vestuário, levanta R$ 15 milhões. Segundo o fundador, Lucas Chita, a plataforma permite que sacoleiros comprem de quantos fornecedores quiser em um único só lugar, pagando em até 6x no cartão com um único frete. Atualmente a companhia opera apenas no Brás, em São Paulo.

🔸 A SafeSpace, plataforma para facilitar assédio e discriminação nas empresas, recebe um aporte de R$11 milhões liderada pelo fundo ABSeed Ventures. O investimento será usado para melhorar o produto, as vendas e o marketing com o objetivo de estruturar a startup para que seja possível escalar.

mercado bitcoin

💵 E não poderíamos deixar de falar de cripto!

🔸 Pacote de infraestrutura de US$1 trilhão assinado por Joe Biden fez com que o Bitcoin caísse 9%. O projeto prevê a declaração de impostos sobre criptomoedas, além de fazer com que os corretores relevem quem são seus clientes. O temor do mercado é em relação à dificuldade tributária dos corretores de criptomoedas e uma possível perda de lucro a longo prazo.

🔸 Elon Musk critica a política monetária de bancos centrais e acaba chamando atenção de outros bilionários pelo mundo. Segundo a visão do executivo, "Dinheiro normal é um sistema arcaico em que o governo pode mexer no banco de dados quando quiser". Jack Dorsey, CEO do Twitter, compartilhou o comentário em apoio ao bilionário.

🔸 Enquanto isso, o CFO do Twitter, Ned Segal, discordou do CEO da rede social ao afirmar que investir em Bitcoin é inútil. O executivo ainda afirmou que não investirá o dinheiro da empresa na criptomoeda.

🔸 Pesquisa aponta que 36% da geração Y e 51% da geração Z gostariam de receber pelo menos metade de seus salários em bitcoin em vez do dinheiro emitido pelo governo. Influenciados pelos avanços tecnológicos, os entrevistados veem um "enorme potencial das moedas digitais".

Com tantas novidades relevantes no universo de cripto não vá ficar de fora, comece a investir com quem mais entende do assunto, o Mercado Bitcoin, a maior plataforma de criptoativos da América Latina.