08 - set

Monopólio de app-stores, rentabilidade de cripto e restrição chinesa

Não é porque a semana é curta que deixaremos você sem as principais notícias de inovação, tecnologia e startups. A primeira edição de setembro vem recheada de manchetes do Brasil e do mundo, vamos lá?

SHARE
Criptomoedas mercado bitcoin

Todo mundo quer

No mês de agosto o mercado de NFTs ultrapassou US$ 2 bilhões de volume negociado. Em julho, as plataformas de tokens não fungíveis obtiveram cerca de US$ 300 milhões em volume negociado, um crescimento de quase 600%.

Líder das aplicações

O Bitcoin se manteve no último mês como um dos investimentos mais rentáveis do Brasil. Em agosto a criptomoeda valorizou 12,8%, enquanto a poupança rendeu 0,30% e a Bolsa fechou com queda de 2,5% ao mês.

Mais um país regulamentando cripto

O Ministério da Economia de Cuba publicou uma resolução que reconhece e regulamenta as criptomoedas. O Banco Central do país definirá novas regras sobre como tratar as moedas digitais e regulamentará o licenciamento de fornecedores de serviços relacionados dentro da ilha.

Veja também:

◼️ El Salvador tem nova onda de protestos contra a lei sobre bitcoin.

◼️ Simone Biles, medalhísta olímpica irá lançar coleção de NFTs na plataforma de Tom Brady

◼️ Corinthians anuncia patrocínio de empresa de bitcoins até o fim de 2022

E já sabe, quer investir em cripto? Invista com o Mercado Bitcoin, os maiores da América Latina!

monopólio nas apps-stores

📱Início do fim do monopólio nas app-stores?

A discussão sobre o poder das app-stores não é de hoje, mas agora começa a ter desdobramentos interessantes. A Coréia do Sul aprovou uma legislação para forçar Apple e Google a permitir diferentes mecanismos de pagamento em suas lojas de aplicativo.

Embora a medida seja restrita ao país, este é um primeiro passo diante de algo que outras nações também estudam implementar.

Em meio a essa decisão, e os recentes processos, a Apple anunciou algumas novas concessões. Destaque para que permite que os desenvolvedores usem e-mails coletados para notificar clientes sobre mecanismos de pagamento alternativo.

Para os mais atentos, a medida não muda a sua estrutura geral de comissão de aplicativos, mas faz alguns ajustes para tentar evitar mais restrições e tribunais.

E aqui vale reforçar: ter o controle das lojas de aplicativo significa receita e poder sobre todo o ecossistema de software de smartphones, por isso este tema é tão significativo.

Go deeper: Axios | Axios

restrição china videogames

🎮Nada de videogames para crianças na China durante a semana

Na última semana, a China determinou proibição de vídeo game para menores de 18 anos entre as segundas e quintas-feiras. Nos demais dias, os mesmos só poderão jogar apenas entre 20h e 21h.

Segundo o governo chinês, a medida é para evitar vícios e resguardar a saúde física e mental das crianças. Vale lembrar que até então, também não era totalmente liberado os jogos online. De acordo com a antiga lei crianças e adolescentes podiam jogar 1,5 hora por dia útil e até três horas em finais de semana e feriado.

Diante da lei, as gigantes de games chinesas não se mostraram surpresas com a medida. A Tencent anunciou que a receita de menores rende menos de 3% de sua receita bruta de jogos na China. Apesar disso, a Netease caiu 9,3% na bolsa de Nova York.

Go deeper: Brazil Journal | BloomBerg

nubank compra spin pay

💵Nubank compra plataforma de pagamentos Spin Pay

O Nubank anunciou a compra da Spin Pay, plataforma de pagamentos instantâneos. A aquisição marca a entrada da fintech no segmento de e-commerce.

A Spin Pay oferece tecnologia a varejistas digitais com uma solução instantânea e mais barata, por meio da qual os clientes podem efetuar compras com apenas um clique ou através de escaneamento de QR code. Atualmente a startup trabalha com mais de 220 varejistas de diferentes setores.

A operação das empresas seguirá de forma independente e o objetivo é que a Spin Pay desenvolva cada vez mais sua tecnologia, uma vez que acaba de ganhar escalabilidade.

Go deeper: Mercado e Consumo | Exame

petlove capta R$750 milhões

🐱Petlove capta R$ 750 milhões

Mercado Pet bombando

A Petlove&Co divulgou uma captação de R$750 milhões, liderada pela gestora americana Riverwood Capital. Com a aquisição a companhia soma mais de R$ 1 bilhão captado desde o começo do ano passado.

A empresa cresceu 65% no último ano e o novo investimento fortalecerá ainda mais os planos da companhia de se consolidar como o principal player do ecossistema pet do Brasil.

A notícia acirra ainda mais a competição no segmento, a Cobasi recebeu recentemente um investimento de R$300 milhões, enquanto a Petz abriu capital e anunciou a compra da Zee.Dog.

Go deeper: Info Money | Terra

pier levanta US$ 20 milhões

💰Insurtech Pier levanta US$ 20 milhões

A Pier, insurtech que vende seguros para celulares e automóveis, levantou US$ 20 milhões em sua última rodada de captação liderada pela Raiz Investimento.

Parte do recurso será usado para fortalecer o balanço e facilitar a migração da startup para a licença definitiva, ampliando a oferta de produtos e base de clientes.

Em 2020 a Pier teve uma receita de R$11 milhões e espera fechar este ano com R$30 milhões. A base atual de clientes conta com 50 mil pessoas e a expectativa é ter 80 mil até o fim de 2021.

Go deeper: Brazil Journal | Info Money

Participe do Finance Conference!

Nós mais do que ninguém sabemos como investir em tecnologia e inovação é necessidade para se manter vivo no mercado. Mas você sabe quais são as últimas tendências desse universo?

A Conta Simples em parceria com a B2B Stack, promove entre os dias 08 e 10 de setembro, o Finance Conference, evento gratuito e digital com mais de 17 grandes nomes da nova economia. Saiba mais e garanta sua presença entre os principais CEOs, CFOs e CMOs do Brasil!

Notícias da semana que você não pode perder