jul - 2021

Unbundling e Rebundling do Setor Bancário

Até 2010, vimos um mercado bancário de fusões e aquisições aquecido e cada vez mais concentrado. Mas, alguns anos depois, começamos a perceber o movimento inverso com o surgimento de novos players e incentivos regulatórios de fomento à competição. Confira o Report para entender esses movimentos do setor financeiro!

SHARE

Acesse o report

Nome é obrigatório
Sobrenome é obrigatório
Email é obrigatório

A primeira onda de transformação do setor financeiro passou por um movimento de unbundling, ou seja, uma desagregação dos serviços oferecidos pelos bancos que atuavam como one-stop-shop para produtos financeiros. Nesse movimento, vimos o surgimento fintechs, focadas em nichos específicos como investimentos, cartões, meios de pagamento, conta corrente, entre outros.

Aos poucos, esses novos entrantes começaram a oferecer produtos e serviços adicionais, traçando um caminho de volta para o one-stop-shop, movimento que chamamos de rebundling. Essa nova fase tem se caracterizado não só pelo lançamento e criação de novos produtos integrados em plataformas, mas também por uma significativa onda de fusões e aquisições, impulsionada em grande parte pela disponibilidade de capital de risco.

Unbundling e rebundling do setor financeiro

Diante desse movimento, Fisher e Snaq, em parceria com o Alfa Collab e a DealMaker, criaram um report que aprofunda o tema, trazendo cases reais e entrevistas com especialistas do setor. Acesse gratuitamente!

Brought to you by:

Acesse o report

Nome é obrigatório
Sobrenome é obrigatório
Email é obrigatório